sábado, 6 de fevereiro de 2010

PREDESTINAÇÃO OU LIVRE ARBITRIO


Deus em sua soberana graça, oferece graciosamente a salvação ao homem e dár-lhe a oportunidade de exercer seu livre arbítrio para decidir aceitar tal salvação, ou recusá-la por sua própria vontade. Sabemos que a palavra livre arbítrio significa "capacidade de escolha, decidir entre uma coisa e outra" e assim, determina que o poder da escolha está com o homem, e que Deus não interfere nisto.




Desde sua criação o homem recebeu a capacidade de escolha, infelizmente por ter usado seu livre arbítrio de forma errada e contra Deus, Adão e Eva pecaram, e através dos mesmos, o pecado entrou na humanidade. Sempre que o assunto é livre arbítrio e predestinação, grandes debates, discussões e diferentes argumentos surgem, muitos tem suas opiniões formadas ou abalizada em grandes teológos e pensadores como Calvino ou Armínio dentre outros (falo de basear uma posturas em homens e não nas Escrituras Sagradas com prioridade) sobre diversos assuntos, deixando de lado o que aBíblia fala com tanta clareza sobre os temas em apreço.



A palavra predestinação procede do grego "proorizo" , essa palavra aparece cerca de seis vezes no Novo Testamento, em (I Co.2.7) a palavra é traduzida como "ordenou antes", em (At. 4.28) aparece como "anteriormente determinado" , e quatro vezes aparece como "predestinar", (Rm. 8.29-30; Ef. 1.5,11). Se colocarmos em conjunto, O termo significa "destinar por antecipação", e segundo a Bíblia o que é determinado por antecipação quer dizer:



1. O meio pelo qual deveríamos ser salvos: Em (Ef. 1.5) a Bíblia diz: "nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo" Nisto entendemos que desde a eternidade Jesus foi entregue em sacrifício por nós, desde a fundação do mundo, (Ap. 13.8; I Pe. 1.20).



2. Predestinados para sermos filhos de adoção: De acordo com os textos originais, Deus predestinou que os pecadores fossem por Jesus, feitos filhos de adoção, nisto está provado que a predestinação existe para que os que esperam em Jesus Cristo como autor e consumador de sua fé, conforme vemos em (Cl. 1.23).



3. Predestinados para sermos conforme a imagem de Deus: (Rm. 8.29). A predestinação genuínamente Bíblica, resume-se nestes três tópicos, estes são os posicionamentos mais aceitos por teológos e Cristãos protestantes. Mas ainda sim muitos aceitam a predestinação fatalista, que básicamente considera apenas a soberania de Deus e não sua graça. Em toda Bíblia vemos que Deus deseja que o homem seja salvo e não apenas os predestinados (I Tm. 2.4; Jo. 3.16).

Em hipótese alguma Deus predestinaria alguém ao inferno, o conhecido argumento "uma vez salvo, salvo para sempre" não passa de um erro teológico e de uma má interpretação Bíblica.



A predestinação fatalista é contrária a natureza divina, pois sabemos que da mesma forma que Deus é Amor ele também é Justiça. Se nós estamos já predestinados, uns para salvação outros para a condenação eterna, então não existirá mais o livre arbítrio e as escolhas, desta forma não iremos refletir a imagem de Deus neste mundo. Devemos a cada dia cuidar de nossa salvação, os tempos são difíceis e muitos atrativos tentam desestruturar nossa fé. Apenas crendo nos planos do Senhor estaremos seguros contra os falsos ensinamentos, e desta forma, sempre buscando mais e mais à Deus para que nos ajude a guardar nossa firme esperança em Cristo Jesus.



No amor de Cristo,

Matias Borba!

Postado por Matias Borba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário